Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Meio Ambiente > Trabalhadores da extração de pedras discutem regularização da atividade com prefeito de Jacobina
Início do conteúdo da página

Trabalhadores da extração de pedras discutem regularização da atividade com prefeito de Jacobina

Publicado: Terça, 18 de Abril de 2017, 22h49 | Última atualização em Terça, 18 de Abril de 2017, 23h21 | Acessos: 889

O prefeito de Jacobina, Luciano Pinheiro e o secretário de Meio Ambiente, Daniel Moura, estiveram reunidos no final da tarde desta segunda-feira (17), em seu gabinete, na Prefeitura Municipal, com representantes de cooperativas e associações de trabalhadores da extração de pedras da Serra do Tombador.

Reunião com representantes de cooperativas e associações de trabalhadores da extração de pedras da Serra do Tombador. - Foto: Mario Luna
imagem sem descrição.

Acompanhados do vereador Pedro Nascimento, os representantes dos trabalhadores solicitaram o apoio do prefeito no sentido de contribuir na regularização da atividade. Por não ter conseguido ainda cumprir as exigências de órgãos reguladores como o DNPM (Departamento Nacional de Pesquisa Mineral) e do Ministério Público (MP), as entidades estão impedidas de extrair e transportar os materiais, o que tem prejudicado os moradores da comunidade que vive basicamente da renda gerada pela venda de paralelepípedos e de lajotas de arenito. “Muitos pais de família estão passando por sérias dificuldades. Estamos pedindo a ajuda do prefeito Luciano porque sabemos de sua sensibilidade e cuidado com as pessoas”, disse Amilton Silva de Jesus, presidente da Cooperativa de Extração de Pedras (Coopedra), durante conversa com o chefe do Executivo de Jacobina.
O prefeito Luciano Pinheiro colocou a Prefeitura à disposição dos trabalhadores, inclusive a disponibilidade de profissionais do município para apoiar na construção da documentação para a devida regularização. O prefeito prometeu acompanhar o problema de perto e o que competir ao município estará à disposição dos trabalhadores. “Colocaremos nossas equipes à disposição das entidades e dos trabalhadores. Conversaremos com os órgãos competentes e colocaremos à Secretaria Municipal do Meio Ambiente para acompanhar e dar apoio no que for preciso”, salientou o prefeito.

ASCOM
PMJ

Fim do conteúdo da página