Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Coronavírus: Saiba mais sobre os Testes Rápidos da COVID-19
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Coronavírus: Saiba mais sobre os Testes Rápidos da COVID-19

  • Publicado: Domingo, 03 de Maio de 2020, 22h42
  • Última atualização em Domingo, 03 de Maio de 2020, 22h43
imagem sem descrição.

A Prefeitura Municipal de Jacobina por meio da sua Secretaria Municipal de Saúde, Diretoria Municipal de Vigilância Epidemiológica e Laboratório Municipal, através da presente nota, comunica a toda a população, que está realizando testes rápidos para o COVID-19.

Informa ainda que nestes testes, primeiro, há a coleta de sangue do paciente e isso precisa acontecer entre o sétimo e décimo dia do surgimento dos sintomas. A partir dessas amostras, é avaliada a presença de dois anticorpos: IgG e IgM. Sabe-se que, enquanto o IgM é produzido no pico da infecção, o IgG aparece em um momento posterior. Para dar positivo, um teste rápido precisa detectar uma quantidade mínima dessa dupla de moléculas no corpo. Se o valor é menor do que é considerado ideal, o vírus não se acusa.

Contudo, o fato dos cientistas ainda não saberem ao certo o tempo decorrido entre a infecção pelo COVID-19 e a produção de anticorpos pelo organismo de uma pessoa saudável, torna os testes rápidos mais sujeitos a entregarem resultados "falso-negativos" (quando a doença não aparece em uma pessoa infectada) ou "falso-positivos" (a COVID-19 se acusa em alguém que não carrega o vírus). Por tais motivos os testes rápidos não são 100% (cem por cento) confiáveis, servindo apenas para que os profissionais de saúde que estão na linha de frente, possam com base nestes testes realizados em pacientes com claros sintomas de infecção, adotem imediatamente as medidas médicas e sanitárias de protocolo, enquanto aguardam o resultado definitivo.

Assim, vale ressaltar, que o Município está adotando todas as providencias cientificas e epidemiológicas para combater esta pandemia e em casos suspeitos, está sempre coletando material, para fazer a contraprova, com um exame RT-PCR, mais especifico e confiável, que faz a detecção direta do vírus em secreção respiratória e é o padrão-ouro para diagnóstico da infecção aguda sintomática. Este exame é feito pelo Laboratório Central do Estado da Bahia, LACEN.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página